China vai construir uma usina de energia solar no espaço

O plano do programa espacial chinês é ter a usina de energia solar em órbita e funcional até 2030

China pretende tornar a exploração espacial ainda mais produtiva. O país asiático está desenvolvendo uma usina energética solar que será enviada ao espaço. O projeto será construído em Chongqing, cidade localizada no lado ocidental, onde está sendo preparada uma base para pesquisa e engenharia espacial. As informações são da Bloomberg.

A expectativa é que lá seja desenvolvida uma usina de energia solar experimental, que deve ser lançada para a estratosfera entre 2021 e 2025. Até 2030, o plano chinês é que uma usina com potência de 1 megawatt (suficiente para manter a eletricidade de cerca de 500 residências) esteja em órbita e funcional. Mais adiante, outros geradores ainda maiores podem ser lançados.

O governo da China investe US$ 8 bilhões por ano em seu programa espacial, ficando apenas atrás dos EUA (que insere cerca de US$ 42 bilhões anuais). Os esforços vêm trazendo resultados. No início do ano, por exemplo, uma sonda não tripulada chinesa pousou no “lado escuro da lua”, nunca antes explorado.

Deixe seu comentário
Fechar Menu